7 mitos sobre a declaração do Imposto de Renda 2017

7-mitos-sobre-declaracao-imposto-de-renda-2017

Na hora de declarar o Imposto de Renda 2017, muitas dúvidas aparecem. Seja sobre dependentes, sobre investimentos e até mesmo sobre o que precisa ser declarado. O problema surge quando o contribuinte busca respostas nos lugares errados para seus questionamentos.

Esse hábito precisa ser extinto, afinal, os mitos sobre o IR acabam confundindo outros contribuintes na hora de enviar a declaração.

Para te ajudar a fugir dos erros e entregar sua declaração de forma correta, separamos 7 principais mitos que rodeiam esse famoso imposto.

1.  Menor de idade não precisa declarar IR

Essa é uma dúvida muito comum. O que muitos não sabem é que se uma pessoa tiver recebido renda tributável no ano-base ou que se encaixe nas demais regras da Receita Federal ele precisa sim declarar Imposto de Renda, independentemente da idade.

2.  Não é preciso declarar investimentos isentos

Existem investimentos em Renda Fixa como LCI e LCA que, assim como a Caderneta de Poupança, são isentos de Imposto de Renda. Ou seja, eles não sofrem desconto como acontece em outras modalidades. Porém, mesmo sendo isentos, eles precisam ser declarados pelo contribuinte.

3.  Deixar para a última hora não é um problema

O contribuinte que pensa que pode deixar para entregar a declaração de Imposto de Renda na última hora, pode se dar mal. Quanto mais ao fim do prazo a declaração for enviada, menos tempo hábil haverá para corrigir algum erro que venha a aparecer.

Outro motivo é que a Receita Federal analisa as declarações na ordem em que são enviadas, então, possivelmente, receberá a restituição primeiro quem enviar sua declaração antes.

4.  Não é preciso declarar aluguel

Um problema muito comum com a renda obtida por aluguel é que muitas pessoas acreditam que o dinheiro recebido nesses casos não precisa ser declarado. A verdade é que todo aluguel recebido faz parte dos rendimentos tributáveis e precisa ser declarado, independentemente do valor. Já quem paga o aluguel também precisa declará-lo em “Pagamentos Efetuados”.

5.  As operações da Bolsa de Valores só são declaradas uma vez por ano

Esse mito pode causar um problema sério para os investidores. Muitos deixam para declarar suas operações na Bolsa de Valores anualmente, junto com os demais rendimentos. No entanto, é necessário que o investidor também declare mês a mês suas operações.

O valor que aparece no extrato da conta da corretora é apenas uma parte do que deve ser pago. Ao obter lucro no ajuste final do mês, o investidor precisará emitir uma guia de pagamento no site da Receita Federal e pagar a alíquota sobre o ganho, sendo 20% para Day Trade e 15% para operações normais.

6.  Pensão alimentícia não precisa ser declarada

A pensão alimentícia precisa ser declarada por quem recebe. Quem paga, por outro lado, pode deduzir o valor de forma integral desde que o pagamento seja realizado por decisão judicial ou acordo homologado em cartório.

7.  Filhos maiores de idade não podem ser declarados como dependentes

A inclusão de dependentes na declaração do Imposto de Renda muitas vezes gera dúvida porque nem sempre fica claro quem pode ser considerado dependente. Filhos maiores de idade podem ser declarados como dependentes, desde que esteja fazendo um curso superior ou estudando em uma escola técnica de segundo grau até os 24 anos.

Entender um pouco mais sobre as regras do Imposto de Renda é muito importante para evitar erros e cair na malha fina. Por isso, se você se encaixa nos requisitos e precisa fazer a declaração do Imposto de Renda em 2017, programe-se, pesquise e faça sua declaração o quanto antes.

Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Current month ye@r day *

Adicione o email no-reply@blog.meudinheiroweb.com.br aos seus contatos para que as respostas cheguem em sua caixa de entrada